Boas Práticas de Fabricação

Publicado em CONSULTORIA

Diagnostico

Nosso Lema: Conhecer para ajudar!

Levantamento das condições gerais de todo o processo de produção e comercialização dos alimentos, desde a procedência da matéria-prima até a distribuição. É fornecido um relatório com fotos apontando as situações consideradas irregulares e críticas, e que oferecem determinado grau de risco na contaminação dos alimentos.

Com o objetivo de orientar a empresa na resolução dos pontos de melhoria( não-conformidades) encontradas, é elaborado um Plano de Ação para facilitar as ações imediatas.

Suporte Técnico (monitoramento)

Inspeções técnicas através de vistorias periódicas em que são avaliadas as seguintes atividades:

    - Matéria-prima (embalagem, registro, validade)

    - Recebimento (transporte, temperatura, higiene)

    - Estocagem (câmaras, depósito seco, organização, higiene e identificação)

    - Produção (manipulação, temperatura, higiene)

    - Exposição e Distribuição (organização, higiene, temperatura)

    - Processos de Higienização (pessoal, equipamentos e instalações)

Durante as visitas, todas as situações que coloquem em risco o alimento são comunicadas à direção da empresa, juntamente com as sugestões de como podem ser sanadas as irregularidades, o que será verificado na visita seguinte.Os funcionários são orientados sobre as normas de higiene e procedimentos operacionais.Mensalmente, são realizados na sede da AGISA - Agência de Gestão Integrada em Segurança Alimentar, treinamentos de funcionários recém-admitidos.Após 03 meses do início dos trabalhos a empresa é auditada e recebe o SELO DE QUALIDADE AGISA

Manual de Boas Praticas e POP/PPHO

Documento que descreve as operações realizadas pelo estabelecimento, incluindo, no mínimo, os requisitos higiênico-sanitários dos edifícios, a manutenção e higienização das instalações, dos equipamentos e dos utensílios, o controle da água de abastecimento, o controle integrado de vetores e pragas urbanas, a capacitação profissional, o controle da higiene e saúde dos manipuladores, o manejo de resíduos e o controle e garantia de qualidade do alimento preparado.

É um documento obrigatório para definir todos os procedimentos implementados pela empresa (RCD 216-04, RDC 275-00 e Portaria 326- 1997- ANVISA).

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO(POP) OU PROCEDIMENTO PADRÃO DE HIGIENE OPERACIONAL(PPHO):

Procedimento escrito de forma objetiva que estabelece instruções seqüenciais para a realização de operações rotineiras e específicas na manipulação de alimentos (RCD 216-04, RDC 275-00 E CIRCULAR Nº 176/2005/CGPE/DIPOA).